Mês: outubro 2019

como-identificar-a-mordida-cruzada-em-criancas

Saiba como identificar a mordida cruzada em crianças

No mês das crianças, toda semana tem um assunto para cuidar bem da saúde bucal e ficar atento aos sinais dos pequenos. Confira agora como identificar a mordida cruzada em crianças!

Embora seja difícil encontrar defeitos na arcada dentária dos pequenos, eles podem sofrer com inúmeros problemas bucais durante a infância e não estamos falando só da cárie!

Assim como os adultos eles não estão livres das patologias bucais e quanto mais cedo perceber algumas irregularidades bucais, mais cedo pode realizar o tratamento e evitar possíveis complicações.

Um exemplo é a mordida cruzada, mesmo com a formação facial em desenvolvimento é possível identificar se há alguma irregularidade e realizar o tratamento.

Mas afinal, o que é mordida cruzada?

O posicionamento correto dos dentes quando é a parte superior do sorriso (o maxilar) é maior que a parte de baixo da arcada dentária (a mandíbula), envolvendo-a ao fechar a boca.

A mordida cruzada mais comum é ocorre quando a parte de baixo é maior que a parte superior, não encaixando as mordidas.

Além desses há outras maneiras em que a irregularidade na mandíbula significa mordida cruzada, como a mordida cruzada anterior, posterior de um lado (unilateral) ou posterior de ambos os lados (bilateral), além da esquelética ou dentária.

O que causa a mordida cruzada?

Esta anomalia normalmente se desenvolve na infância, pode ser por fatores hereditários, além dos hábitos praticados pelos pequenos, como o uso excessivo de chupeta, utilizar a mamadeira por um longo período, além do hábito de sucção dos dedos ou respirar pela boca.

O que pode afetar a criança

Pode parecer apenas uma anomalia inofensiva, mas esta pode afetar a estética no futuro, causando a baixa autoestima e problemas relacionados à aparência. Além disso, a assimetria facial pode causar consequências na mastigação, na deglutição, respiração e até mesmo na dicção (fala).

Em alguns casos, se não for tratado pode causar dores na face e nas articulações.

Como identificar a mordida cruzada nas crianças?

Os pais devem observar as mudanças que ocorrem na aparência dos filhos e procurar uma opinião profissional ao notar algum incomum, o mesmo deve ocorrer na arcada dentária.

Ao longo do crescimento na infância o corpo todo está em fase de mudança, a aparência facial também muda, alguns dentes começam a crescer tortos ou um em cima do outro, além de não estarem com o posicionamento adequado.

Para um parecer exato de que uma criança tem a mordida cruzada é preciso uma avaliação clínica, ou seja, fazer uma consulta com um profissional odontólogo e o mesmo fazer as investigações necessárias, após identificar a anomalia, o profissional irá indicar o tratamento adequado.

Para identificar qualquer indício de irregularidade ou anomalia na saúde das crianças e dos adultos, é preciso fazer check-up com frequência, ou seja, consultar regularmente o dentista e evitar surpresas desagradáveis.

Este artigo foi útil para você?

Compartilhe e para mais informações, entre em contato conosco!

dor-dental-em-criancas–e-carie

Dor dental em crianças – É cárie?

Sem dúvidas a cárie é a principal patologia que atinge saúde bucal das crianças, mas nem sempre ela é a responsável pelas dores de dente.

Já é um hábito comum associar a dor dental infantil à cárie, pois é nessa fase em que os doces e inúmeros alimentos açucarados fazem parte do cotidiano das crianças, sem contar que em muitos casos a higienização não é a perfeita nessa idade.

Mas nem sempre a dor dental pode ser cárie, mesmo ela sendo uma das principais responsáveis pelas incomodações ela não é a única responsável pela dor.

Podem acontecer fraturas coronárias com envolvimento pulpar por conta da mastigação de alimentos duros, como por exemplo, pirulitos e balas.

Outra responsável que vale ser incluída como possível causador é a hipoplasia de esmalte. É uma má formação na estrutura dentária que pode causar uma alta sensibilidade no dente acometido.

Vale ressaltar que em bebês o processo de nascimento dental pode causar dores.

Como evitar cáries em crianças?

Não é impossível evitar a cárie na infância, mas é um processo trabalhoso e inclui diminuir o consumo de doces e fazer uma limpeza dental completa, em casa e no consultório.

Tudo na infância é aprendizado, portanto, as crianças devem ser ensinadas desde cedo a consumir alimentos saudáveis desde os primeiros alimentos, ao invés de ir sendo inseridos nas refeições com o avançar da idade.  

É importante incluir na refeição das crianças frutas e alimentos que não possui muito açúcar, como o próprio iogurte, ideal para a nutrição infantil.

Por que evitar os doces?

Quando seu filho come um pedaço de chocolate, por menor que seja, e fica um longo período sem escovar os dentes, as bactérias cariogênicas já entram em ação.

A cárie é provocada pela ação das bactérias em nossa boca, que se alimentam de restos alimentares. Assim, elas conseguem aderir aos dentes e corroê-los devido aos ácidos. 

 Por isso, é importante ensinar as crianças a higienizar adequadamente a região bucal e leva-lo com frequência ao odontologista.

Este artigo foi útil para você?

Compartilhe e para mais informações entre em contato conosco!