Livre-se da odontofobia

odontofobia

Você tem medo de ir ao dentista?Sabia que este é um medo muito comum? O mais interessante é que este receio está ligado a outros fatores.

Continue a leitura e saiba mais sobre a Odontofobia e como curá-la!

O que é a Odontofobia?

Como o nome já sugere, essa é a fobia de quem sente um medo exagerado por dentistas, além de ter medo por tratamentos odontológicos. Geralmente essa fobia está ligada a outros medos exagerados, como por exemplo, o medo por agulhas, medo de médicos, dentre outros medos relacionados.

O que causa a odontofobia?

Sentir medo de algo, e/ou ter uma fobia pode ser muito pessoal e varia de pessoa para pessoa. Porém, assim como em diversas outras fobias, a odontofobia é resultado de experiências negativas, diretas ou indiretas.

Como a odontologia envolve diversos tratamentos dolorosos e desconfortáveis, é normal que o simples pensamento de ter que ir ao dentista faça uma reação um pouco negativa nas pessoas. Mesmo com a necessidade de anestesia, muitas pessoas ainda sentem medo, pois na realidade o medo delas está relacionado às agulhas.

Os principais sintomas da Odontofobia

  • Choro, náuseas, suor em excesso, gritos, balanços (esses sintomas aparecem principalmente entre as crianças);
  • Ataques de pânico;
  • Prevenção em excesso: o indivíduo pode demonstrar um excesso em ações preventivas para evitar a ida ao dentista;
  • Pensamentos negativos envolvendo gastos: o indivíduo pode evitar a ida ao dentista alegando que o mesmo irá indicar diversos tratamentos caros e desnecessários – mesmo sabendo que ele provavelmente vai precisar de algum desses tratamentos;

Tratamento

O ideal é que a pessoa que sofre com a odontofobia procure a ajuda de um profissional da saúde mental, pois somente ele pode recomendar o melhor tratamento para cada caso.

O tratamento pode variar de acordo com cada paciente, podendo ser através de medicamentos que visam aliviar a ansiedade e outros sintomas; como também pode ser feito psicologicamente, através de técnicas de relaxamento.

Acima de tudo, o diálogo é sempre uma boa saída. Manter uma relação de confiança entre paciente e o profissional é um excelente caminho para contornar a situação.

Para crianças, recomenda-se que seja criado o hábito de levar os pequenos no dentista desde cedo, para que se acostumem e vejam que não há mal nenhum.

Alguns profissionais recomendam “bolas de estresse” que o paciente pode apertar para aliviar sua ansiedade. Ter um membro da família ou um amigo como apoio para o tratamento também pode ajudar.

Espero que este artigo tenha ajudado. Se você tem medo de ir ao dentista,  venha conversar conosco, vamos juntos achar uma solução para o seu caso.

Did you like this? Share it!

0 comments on “Livre-se da odontofobia

Leave Comment