Mês: fevereiro 2019

saiba-como-usar-o-fio-dental-corretamente

Saiba como usar o fio dental corretamente

O fio dental é um item essencial para a higienização bucal e mesmo assim ainda há parte da população que não utiliza ou faz o uso inadequado do fio.

De acordo com uma pesquisa feita pelo Datafolha, apenas 57% dos brasileiros usam o fio dental. Desses que utilizam, apenas 30% faz o uso mais dia uma vez ao dia, sendo que o recomendado é uma higienização completa após as refeições.

Saiba a importância da higienização eficiente com o uso do fio dental.

O fio dental é capaz de alcançar os lugares aonde à escova não chega e remove o acúmulo de placa bacteriana – fator principal que pode ocasionar em cáries e gengivites.

Você sabia que não utilizar o fio dental você deixa de limpar 35% da superfície dos seus dentes?

Além disso, o seu uso diário evita doenças como a gengivite, retração gengival e cárie interproximal – que é a cárie entre os dentes.

Saiba como usar o fio dental de maneira eficiente

  • Enrole aproximadamente 40 centímetros do fio ao redor de cada dedo médio, deixando uns dez centímetros entre os dedos.
  • Segurando o fio dental entre o polegar e indicador das duas mãos, deslize-o levemente para cima e para baixo entre os dentes.
  • Passe cuidadosamente o fio ao redor da base de cada dente, ultrapassando a linha de junção do dente com a gengiva. Nunca force o fio contra a gengiva, pois ele pode cortar ou machucar o frágil tecido gengival.
  • Utilize uma parte nova do pedaço de fio dental para cada dente a ser limpo.
  • Para remover o fio, use movimentos de trás para frente, retirando-o do meio dos dentes

A higienização bucal deve ser feita diariamente e após todas as refeições. Escove os dentes pelo menos durante dois minutos e com cautela, como se tivesse realmente esfregando algo – mas, sem força. Logo após, utilize o fio dental e não se esqueça do enxaguante bucal.

Precisa fazer uma avaliação sem compromisso? Entre em contato e agende sua avaliação com a Orthofono!

saude-bucal-das-criancas

Saúde bucal das crianças

Cuidar da saúde bucal não tem idade, desde os primeiros dentes a nascer até os últimos que ficarem na boca devem ser higienizados. E o melhor a ser feito, é ensinar os pequenos sobre a importância deste hábito.

Existem várias maneiras para incentivar o seu filho a escovar os dentes, uma delas e talvez a mais importante é ser o exemplo. Portanto, escove os seus dentes pelo menos três vezes ao dia e deixe que seu filho veja e faça a escovação junto com você. Essa prática será boa para a saúde bucal de ambos.

Há outras maneiras para incentivar os pequenos a cuidarem da saúde bucal, outra tática infalível é deixá-lo escolher a própria escova dental, claro, utilizar sempre as recomendadas por seu odontologista.

Usar creme dental especial também contribui, há crianças que não gostam da pasta que normalmente os adultos utilizam e também não é recomendado eles utilizarem. Pode-se usar os cremes dentais infantis, desde que contenha flúor, pois ele é o responsável pela remoção da placa bacteriana.

Ensine-os cuidadosamente

Observe seu filho escovar os dentes. Auxilie-o até que ele se habitue ao seguinte:

  • Use uma pequena quantidade de creme dental com flúor. Não deixe a criança engolir o creme dental.
  • Use uma escova de cerdas macias e escove primeiro a superfície interna de cada dente, onde o acúmulo de placa é geralmente maior.
  • Escove a superfície externa de cada dente. Posicione a escova em um ângulo de 45 graus ao longo da gengiva.
  • Escove com movimentos para frente e para trás.
  • Escove a superfície de cada dente usada para mastigar. Escove suavemente.
  • Use a ponta da escova para limpar atrás de cada dente frontal, na arcada superior e inferior.

Como fortalecer os dentes dos pequenos?

Na fase infantil os dentes ainda são fracos e muitos irão se perder, isto é inevitável. O que pode ser feito para fortalecer a estrutura óssea dos dentes é uma alimentação saudável. Sua alimentação deve conter uma ampla variedade de vitaminas e sais minerais, cálcio, fósforo e níveis adequados de flúor.

Uma refeição saudável e equilibrada permitirá, além de dentes fortes, a uma melhor qualidade de vida e até afastar certas patologias.

Como já sabemos, os doces e alimentação desequilibrada não é nada benéfico para o bem-estar das crianças e para os dentes também, Assim como o flúor é o maior protetor dos dentes do seu filho, as guloseimas são seu maior inimigo. Os açúcares e amidos que fazem parte de vários tipos de alimentos e de bolachas, biscoitos, doces, frutas secas, refrigerantes e batata frita combinam-se com a placa bacteriana produzindo substâncias ácidas. Estas substâncias atacam o esmalte e podem formar cáries aquele de prejudicar a saúde dos pequenos.

As crianças precisam de amplos cuidados, seja na saúde em geral e até mesmo odontológica. Por isso, ao notar algo irregular, procure um especialista e não deixe que o problema se agrave. Tratar qualquer que seja a patologia logo no começo, há chances maiores de reverter o problema.

Agende uma avalição e comece hoje mesmo a cuidar da saúde bucal de seu filho.

o-que-fazer-após-a-extracao-dental

O que fazer após a extração dental?

Há certas situações em que a única alternativa é extrair um dente danificado. São muitos motivos que podem causar o diagnóstico da extração dental – o que só pode ser feito por um cirurgião-dentista.

Se chegar a etapa de ter que remover um ou mais dentes, o melhor a fazer é se preparar para o momento cirúrgico e depois ver com o profissional uma alternativa, como o uso de prótese ou implantes, por exemplo.

Confira agora 10 dicas do que fazer após extrair um dente!

1 – Repouso

O recomendável é fazer repouso nos três primeiros dias após a cirurgia, lembre-se de manter a cabeça reclinada.

2 –  Evite falar

Quanto mais o paciente puder permanecer calado é melhor, isso porque o movimento do abrir e fechar a boca pode atrapalhar a cicatrização e causar dores.

3 – Nada de sol

Não fique exposto ao sol.

4 – Não consuma alimentos quentes

Assim como o sol, evite alimentos e banhos quentes, eles podem causar sangramentos.

5 – Opte por alimentos pastosos e gelados

Uma boa opção no pós-operatório são os alimentos gelados, isso porque eles não causam sangramento e contribuem para a cicatrização. Já os alimentos pastosos são melhores porque não precisará fazer esforço para consumi-lo.

6 – Não esqueça a higienização

Faça a higienização na área operada em frente ao espelho e com cautela, utilize escovas com cerdas macias. Não faça movimentos bruscos e nem utilize força.

7 – Cuidado com o local da cirurgia

Mesmo após a cirurgia e com os pontos deve-se fazer a limpeza nesta área. Utilize um cotonete embebido de água filtrada ou enxaguante bucal sem álcool e passe levemente no local operado para remover os restos de alimentos.

8 – Cuidado com o bochecho

Faça o bochecho levemente com água e pasta, evite movimentos rigorosos e enxaguante bucal com álcool.

9 – Evite o uso de tabaco

Evite o uso de cigarros e outros entorpecentes antes e depois da cirurgia, pode entrar em contato com a anestesia e fazer mal para o paciente.

10 – Não cutuque o local operado

Não fique passando a língua ou os dedos no local operado, pode causar inflamação.

Gostou das dicas? Deixe sua resposta nos comentários!

Agende sua avaliação com a Orthofono e seja atendido por especialistas.